CdeF o retorno III SEO WordPress vai ajudar

Blog CdeF em 2012

Há muito tempo não posto nada no CDEF. Fiquei muito tempo em duvida se abandonava a web pura em razão da baixa procura pelo blog. Pelo CMS desatualizado o Joomla 3.xx. Sem contar o Google que não colabora com quem não paga, o tal do SEO. Falta de tempo pura e simples para  mudar de plataforma e refazer tudo novamente.  Mas por um acaso do destino fui obrigado a migrar o site em que eu hospedo minha página. Fiqqui com receio de abandonar a segurança do  Joomla, que é um ótimo CMS. Mas é muito voltado para grande sites é os plugins grátis  são muito limitados.

Para somente um blog é mais fácil o WordPress. Não que ele seja fraco, mas é mais adequado para blogs e tem muitos plugins úteis. O primeiro que usei em modo local foi a ferramenta de importação da base de dados original do Joomla. Modificar um pouco os temas e converter algumas extensões que eu usava no joomla, usados para anexar os vídeos do Youtube. Converter  os <denvideo URL do vídeo>. Para os  códigos de inserção, usei o editor de texto Gedit. As funções encontrar é substituir se usadas com cuidado dão ótimos resultado. com encontrar substituir no arquivo xml de exportação de conteúdo do próprio WordPress. Porém a pior parte ainda não acabou, restaurar as bibliotecas de imagens do site. Pelos meus cálculos deve demorar uns anos.

O SEO é o limite.

Mas a maior alegria e tristeza está nas ferramentas de CEO do WordPress, a Yoast SEO. Que ajuda Muito a colocar os artigos no formato que o Google gosta, aí está a maior falha do Joomla não tem ou não tinha uma ferramenta completa como essa grátis.

Então seu site ia lá para baixo nas pesquisas ou pior de uma hora para outra deixou de ser indexado. Meu site estava tão inacessível pelo Google que o Edward Snowden. Guardou informações secretas aqui em  por anos porque ninguém acharia. Voltando ao SEO vejo que meus artigos antigos tem falhas fundamentais. Alguns com pouco texto e outros com texto demais! Escrever para ficar ao gosto do Google. É como escrever uma redação para o vestibular sem saber quais as regras da  gramática. Por exemplo o Google  não gosta de frases com  mais de 20 palavras. Parágrafos com com mais de 150 palavras.

Subtítulos

Tem de colocar subtítulos. Sim tem que ficar dividindo os textos e colocando subtítulos a cada 300 palavras e se ultrapassar melhor dividir a página para não ser penalizado. Ter de escrever para web é um saco e pior as regras não são claras…

Sem contar que tem de arrumar links dentro do seu próprio site então ai vai algumas postagens legais e antigas.

Um tanque na lua.      A historia  da praça do avião

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *