Um milhão e 7 bilhões

1 milalhao de milhas x 7 bilhoes de pessoasRecente mente dois posts do B9 e do Giz, me fizeram pensar. Não que isso seja difícil, mas isso esta cada vez mais sendo evitado quando se fala em atitudes para o futuro, já que é  bem mais pratico ficar na sua realidade mundana, ou viajar nas horas vagas para um futuro apocalíptico em que por sua vez reduz drasticamente o numero de pessoas que você é obrigado a conviver, sonho bem nerd, diga-se.

 

No G9 tem a historia do Joe e seu Honda Accord de 1990, único dono, todas as manutenções em dia, só um pouquinho rodado, 1.000.000 de milhas, ou seja 1.609.300 km,  ótima propaganda para a Honda que merecidamente fez uma festa surpresa para ele com desfile, banda, e obvio um Accord novo. No Giz tem  um link para um aplicativo da BBC que mostra quantas pessoas existiam na terra no ano que você nasceu e quantas já viveram ate hoje (estimativas históricas), até Hoje, quando a humanidade deve chegar a 7.000.000.000  de pessoas.

Pense 7×109 de  pessoas querendo comprar um carro, ter o dinheiro para comprar um carro, ter um emprego, 7 bilhões querendo comer todo dia! E Joe ganhou um Accord novo e levou o velho para casa! Isso foi o que eu achei mais bacana no Joe, tratar o carro velho como um pedaço de sua vida, uma conquista que não foi necessária se desfazer, ou seria um recado para os consumistas?

No ano de 1967 quando nasci, a população era de +- 3,5×109 habitantes e 45 anos depois já temos o dobro, se a humanidade não descobri um jeito de ter energia limpa e abundante, e  comida para essa turma toda, a coisa vai ficar feia.

Precisamos repensar o crescimento populacional de uma maneira mundial, reduzir as emissões de carbono seria uma consequência, você já ouviu algum governo ou campanha para controle populacional de algum pais Capitalista?(China não conta) Controle da população é um mal negocio para as empresas, para as economias e para os governos, as empresas iam ter de vende menos, a economia ia estagnar, e os governos teriam menos  arrecadação e obras de infraestrutura. Talvez a solução para uma economia menor esteja na robótica e na distribuição de renda, as mudanças vão acabar chegando pelo bem ou pelo mal e como não quero se pessimista vou deixar que você pense também.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *