Um otimista incorrigível

 

 

 Tenho que admitir para fazer uma resenha melhor que a da minha filha (Proposta por ela mesma, então não é plagio Ok!) não seria fácil, por isso mesmo fiz uma resenha complementar e multimídia do mesmo livro. E aqui vai.

Quando uma pessoa tem talento para ser artista e decide percorrer este caminho, acredito que sabe o que vai enfrentar pela frente e se não souber com certeza descobrira em pouco tempo. No caminho para o sucesso um ator tem de se submeter a muitos sacrifícios, abandonar os estudos, a família, e muitas outras situações imagináveis. E quando  finalmente consegue emergir do anonimato e quiçá se tornar uma grande ator, esta na hora de começar a recolher os dividendos dos seus sacrifícios.

Michael J Fox chegou a esse ponto sendo um grande ator (não em estatura, literalmente) e na melhor hora de sua careira descobriu que tinha uma doença degenerativa ainda incurável: O Mal de Parkinson. Gradativamente sendo roubado de sua expressão corporal e facial, efeitos colaterais da levedopa. Fox decidiu abandonar as telas no ano 2000, na época em que trabalhava em um seriado chamado SpinCity.  A convivência com a doença transformava as gravações dos episódios cada vez mais demoradas e complicadas, fazendo verdadeiros malabarismos para poder disfarçar os seus movimentos como ele mesmo disse:

“e se pudesse voltar no tempo e falar comigo mesmo em 2000, em relação a batalha diária travada contra o mal de Parkinson, eu diria.

-você ainda não viu nada”

Com a situação financeira confortável que ele alcançou, bem que poderia se fechar para o mundo ficar só com sua família, Mas resolveu encarar a doença como um desafio pessoal, inspirado por muitos outros como Lance Armstrong, Cristopher Reave, Mohamed Ali, criou a Fundação MJF para financiar as pesquisas contra o MP.

Muito ativo politicamente combateu intensamente a política anti Células Tronco de Bush. Uma verdadeira lição de política ou de como se a faz. Definitivamente um estória que tinha tudo para ser um drama pessoal, e não é, nos faz rir e acreditar em nossa própria força e olhar com outros olhos os nossos minúsculos problemas.

PS. O seu primeiro livro não veio ainda para o Brasil, Lucky Man. Porem eu li o resumo na revista Seleções do Readgest  só não me pergunte qual!

Despedida de MJF de Spin City pag 25.

Veto de  Bush, pag 96.

Rush Limbaugh Critica Michael J Fox pag 123.

CBS Evening News, pag 138.

Michael  Fox & Pete Townshend pag 248

Você vai querer saber o que é:

bradicinesia

discinesia

Um otimista Incorrigível, Michael J Fox , 253 pgs, Editora Planeta.

Gostou? então participe da promoção aqui, seu fominha… 🙂

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *