Você fiscal- fiscalize a eleição

Você que esta cansado da nossa política e não acredita que as eleições eletrônicas vão ser confiáveis?! Eis a chance de participar e faça a parte do processo de apuração paralelo, já que não é possível auditar a caixa preta da urna. Através do você fiscal vamos tentar achar fraudes no processo apuratório.

Apareça na zona eleitoral depois da eleição as 17 h e fotografe os boletins de Urna (BU) e envie pelo aplicativo, Quem sabe o TSE mude de opinião e um dia fique mais transparente.

Uma iniciativa do professor Diego Aranha da USP, que conseguiu na ultima vez que o TSE permitiu uma rápida audição no código da urna quebrar o sigilo dos votos.

Resumão: Você Fiscal em 7 passos:

1. Sabe o que é o Boletim de Urna (BU)? É o “saldo” que toda urna imprime no final da votação com os totais para cada candidato naquela urna.

2. Acabou a votação, o Boletim de Urna deve ser afixado em lugar público (ex.: a porta da seção eleitoral). Aí começa nosso trabalho!

3. Com o aplicativo que vamos fazer, o eleitor (você!) tira foto do Boletim de Urna e envia para o Você Fiscal somar de forma independente.

4. Que tipo de bug ou fraude o Você Fiscal NÃO pega? a) Bug/fraude no software que roda *na urna*. Sem voto impresso conferido pelo eleitor é impossível detectar.

5. b) Fraude de mesário. O mesário pode votar no lugar do eleitor. Há relatos de que, ao final da votação, alguns mesários votam pelos eleitores que faltaram.

6) Que tipo de bug ou fraude o Você Fiscal pega? a) Se a urna for extraviada/trocada/adulterada *depois* do fim da votação, a gente detecta.

7) b) Se tiver bug/fraude no software que roda no servidor do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para somar o resultado final, com usuário suficiente, a gente detecta.

Divulgue facebook.com/VoceFiscal

Cadastre-se http://www.vocefiscal.org/ 

Meta alcançada http://catarse.me/pt/VoceFiscal

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *